5 maneiras de diminuir a ansiedade no trabalho

5 maneiras de diminuir a ansiedade no trabalho

Compartilhe:

Situações diversas em nossas vidas podem causar um certo desequilíbrio na forma como reagimos. Algumas dessas reações são perfeitamente proporcionais, enquanto outras são desniveladas e, consequentemente, negativas. Elas também podem surgir na vida profissional e a ansiedade no trabalho é um exemplo claro disso.

Quando essas sensações começam a atrapalhar a sua rotina no trabalho, é hora de prestar mais atenção nelas. Para lhe ajudar a dissolver esse conflito, preparamos 5 dicas para amenizar esse mal-estar no ambiente profissional. Confira!

1. Identifique gatilhos

Em primeiro lugar vamos pensar no que desencadeia essas sensações. Encontrar causas da ansiedade ou do estresse pode ser uma jornada intensa e, às vezes, longa.

Comece procurando por qual situação específica aconteceu imediatamente antes de você se sentir ansioso. Assim, você pode ir trabalhando os possíveis gatilhos, identificar essas emoções e começar a entender se é possível administrá-las sozinho ou se é preciso ajuda profissional.

2. Lembre-se de respirar

Parece simples, mas quando você se sente ansioso, com raiva, muito nervoso ou tem qualquer outra sensação desconfortável, você não pode esquecer de respirar.

Fazer a respiração correta, usando o diafragma, mantém seu corpo mais alinhado. É simples e biológico: respirar leva oxigênio para o cérebro, é uma necessidade vital!

Portanto, ao sentir aquele frio na barriga ou as mãos tremendo, concentre-se na sua respiração. Inspire e expire profundamente até retomar seu estado de calma.

3. Organize-se mentalmente

Nossa mente pode trabalhar contra o nosso desempenho quando nos sentimos despreparados para algo. Ainda que pareça ser um pensamento inevitável, tente identificar seus sentimentos de ansiedade.

Além disso, procure se organizar. Quando você monta uma rotina de organização é possível se sentir mais seguro a respeito do que está fazendo ou falando. Então, pratique a organização tanto para as tarefas práticas do dia a dia como para seus sentimentos e pensamentos.

4. Evite a sobrecarga de tarefas

Você não precisa mesmo fazer tudo, muito menos sozinho. Ter muita responsabilidade e precisar dar conta de tudo sem a ajuda de ninguém pode resultar em uma situação extremamente estressante, deixando você ansioso.

Delegue tarefas e lembre-se que — mesmo que você seja um líder — suas funções individuais também podem ser acompanhadas: peça opiniões, palpites e feedbacks. Compartilhe os desafios!

5. Mantenha-se saudável

O nosso corpo passa por reações químicas o tempo todo. Quando você ingere muito açúcar, por exemplo, a ansiedade é estimulada. Você também pode se sentir cansado caso sua alimentação não seja balanceada, irritado quando não dorme bem ou preguiçoso quando não se movimenta. Seu estilo de vida impacta diretamente as suas emoções.

Nesse sentido, ajude o seu corpo a ajudar você: mantenha os seus hábitos alinhados com as suas necessidades. Se você precisa de um humor mais equilibrado, por exemplo, busque fazer seu corpo produzir reações químicas favoráveis para esse efeito. Pratique atividades físicas e tenha uma alimentação saudável.

Se a ansiedade no trabalho tem feito o seu rendimento cair, comece a  pensar no seu bem-estar e coloque sua saúde física e mental em primeiro lugar. Quando seu corpo e mente se sentem bem, sua produtividade também fica bem!

Quer saber mais sobre como melhorar a sua qualidade de vida? Conheça os 5 fatores que têm forte influência no nosso bem-estar.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *