Aprender a ter foco: 4 práticas que você precisa adotar

Aprender a ter foco: 4 práticas que você precisa adotar

Compartilhe:

Quem tem foco alcança grandes resultados. E, atualmente, essa é uma questão de destaque em nossa sociedade — principalmente com os avanços tecnológicos e a internet, que parece ter retirado parte da capacidade humana de se concentrar. No entanto, é necessário treinar para aprender a ter foco.

O cérebro humano funciona como um músculo, que fica atrofiado quando não é usado. Sendo assim, é preciso desenvolvê-lo para que ele fique cada vez mais forte — a ponto de fazer você não sucumbir à grande quantidade de informações e distrações do mundo atual.

Mais especial que isso, aprender a ter foco permite não perder boas oportunidades de crescimento na vida pessoal e profissional. Continue a leitura e conheça 4 práticas que você precisa adotar.

1. Treine seu cérebro

Como está sua leitura? Observe a quantidade de livros lidos por mês e, antes de dormir, experimente deixar o smartphone e o tablet longe da cama. No lugar deles, escolha um bom livro, de preferência uma obra clássica, daquelas que são cheias de páginas e histórias. Isso ajuda a treinar seu cérebro!

Como a rapidez dá o tom da comunicação atual, é comum que as pessoas se informem apenas por meio de manchetes e permaneçam superficiais tanto no conhecimento quanto na argumentação. Evite isso! Dedique um tempo à leitura de obras mais complexas para estimular seu cérebro.

2. Evite atividades que prejudicam seu foco

As atividades que prejudicam seu foco devem ser evitadas. Em alguns momentos do dia, principalmente no trabalho, é preciso se desconectar dos problemas e daqueles dispositivos que despertam sua atenção. Um deles é o smartphone pessoal que, de preferência, deve ficar desligado.

Redes sociais, conversas paralelas, colegas de trabalho que sugam sua energia, familiares que acreditam que você está sempre à disposição e tudo mais que prejudica seu foco precisa ficar afastado de sua rotina profissional. Se precisar, reforce para as pessoas que aquele é o seu momento de trabalho.

3. Saiba isolar as preocupações

Em alguns casos, o foco é perdido devido às preocupações que você carrega na mente. Dependendo do problema, elas podem afetar até sua saúde. Por isso, aqui vai uma dica muito importante: todas as pessoas têm problemas, no entanto, somente você é capaz de determinar o tamanho dos seus.

Isso significa que, às vezes, é comum se preocupar com atitudes e fatos que poderiam ter uma importância menor — principalmente quando eles não estão dentro do seu poder de controle. Sendo assim, reflita sobre o que preocupa sua mente e tente observar por outra perspectiva, identificando o real tamanho do problema.

4. Acalme a mente e ganhe recompensas

Existem diversas maneiras de acalmar a mente. Você pode praticar exercícios físicos, fazer meditação, ler, conversar com um amigo, fazer terapia ou praticar um hobby. Busque um modo de extravasar sua energia e conseguir aumentar o foco durante seu trabalho.

E para estimular o desejo de cumprir suas metas, estabeleça recompensas para cada uma delas. Condicione certas atitudes prazerosas ao cumprimento dos seus objetivos. Comer um chocolate proporciona prazer? Então experimente se dar uma barra por mês quando entregar na data aquele relatório que sempre atrasa.

Aprender a ter foco é uma questão muito importante para quem deseja crescer pessoal e profissionalmente. Por meio dele, é possível traçar metas e objetivos mais claros para o futuro, buscando seu bem-estar e o patamar desejado para uma vida tranquila e recompensadora.

Assine nossa newsletter e receba por e-mail novidades, ofertas e outros conteúdos relacionados com a sua produtividade e organização na rotina profissional.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *